A cor preta é uma cor que costuma causar muita dor de cabeça. Muitos usuários de gráfica online costumam utilizar o preto nas 4 cores, ou seja, estes usuários aplicam mais de um pigmento para a obtenção da cor preta. Como a impressão será feita com padrão CMYK, utilize sempre C=0, M=0, Y=0, K=100 para a obtenção da cor preta em seus arquivos. Ou seja, para conseguir o preto, utilize apenas 100% de preto, e 30% de ciano, caso queira um preto mais “condensado”. Porém, isto serve apenas para grandes áreas de preto. Assim, evita-se que o excesso de tinta borre a impressão. Sem falar que com menos concentração de cores, o material irá secar mais rápido. Lógico que esta dica só se aplica se o seu texto for somente preto. Ok, mas e o Overprint? Do que se trata?

Para que a impressão ocorra sem nenhum imprevisto, mesmo aplicando 100% de preto para otimizar a impressão, ainda é preciso tomar algumas precauções, e ai que entramos no mérito do Overprint…

Aplicando o Overprint…

Esporadicamente ocorrerá de um texto ou forma estar sobreposto a uma imagem com cores diferentes deste texto. Se a função Overprint estiver habilitada, sempre que uma forma ou texto estiver acima de outro (ou uma imagem) de cor diferente, ele acabará imprimindo as cores tanto da forma superior quanto da sobreposta. O efeito será como se a peça com Overprint (no topo) estivesse com uma pequena porcentagem de transparência, como pode ser visualizado neste exemplo:

overprint-ex-01

Por padrão, softwares de fechamento e diagramação de arquivos, como o InDesign da Adobe, estão definidos por padrão a aplicar o Overprint apenas em textos com 100% de preto.

Sobre este problema da transparência do texto em Overprint, fique tranquilo, em fontes mais finas, como 12pt, este efeito não será perceptível aos olhos.

O problema aparece, realmente, em fontes maiores. Um clássico exemplo é esta fonte da imagem acima, que possui 53pt. É bem evidente como as cores de fundo são visíveis sobre o texto com 100% de preto.

Então, de forma geral, as fontes em cor preta devem utilizar o Overprint. Se o Overprint não for aplicado, aparecerá um contorno branco entre a fonte e a imagem de fundo na impressão, como pode ser visto neste exemplo:

sem-overprint-ex-01

É sutil, mas existe este contorno branco entre a fonte e a imagem de fundo, que fica mais perceptível nas cores da direita. Isso se deve ao fato da variação de registro de impressão, algo natural no processo gráfico.

Agora que você já viu como resolver o problema de textos “finos” com 100% de preto, basta aplicar o Overprint! Agora, vamos ver como resolver o problema do overprint em textos mais “grossos”…

Para os textos maiores (mais grossos), a única forma de fugir deste contorno entre o texto e a imagem de fundo, é aplicando o Overprint. Mas o que fazer se o Overprint mistura a cor de fundo com o preto da fonte (efeito similar a transparência)?

Simples, “enganamos” o software para ele não identificar mais a fonte como 100% preta. Este truque se chama Rich Black, conhecido em português como Preto Calçado. O Rich Black consiste em resolver o problema desta transparência em textos maiores com 100% de preto. Para burlar este sistema, você pode acrescentar um pouco de cada um dos outros pigmentos (além do preto, que já está em 100%), para evitar que o software de edição e diagramação que você está utilizando indique que seu texto possui 100% de preto. Sendo assim, você deve trabalhar com 10% de ciano e 100% de preto, ao invés de utilizar apenas 100% de preto. Assim, o Rich Black será aplicado e seu texto terá chances bem menores de aparecer o contorno branco e nem aquele efeito de transparência (pois estará com Rich Black), tudo isso devido à leve sobreposição de tintas.

E, desta forma, nossa arte fica exatamente como queríamos:

overprint-ok-01