Este título na verdade é o título de um relatório de pesquisa secundária de mercado desenvolvido pela empresa Bain & Company. O relatório original possui 40 páginas e como nosso público também é empreendedor, entendemos que seria interessante fazer um resumo das partes mais importantes apresentadas nesse relatório e de qualquer forma caso queira ler o material completo, ao final do texto você encontrará um link redirecionando para o site da empresa onde poderá fazer o download do texto completo.

De acordo com os autores da pesquisa, Giovanni Fiorentino, Lucas Brossi, Ivan Amelong e Ciro Campanatti, apesar de crises e conflitos globais que podemos observar em notícias de jornais e revistas, existem oito macrotendências de trilhões de dólares que estão por vir na economia global. Esta busca está sendo observada em todas as partes do mundo e ainda de acordo com os autores, metade das macrotendências afeta também os mercados emergentes, nos quais enxergamos oportunidades animadoras. Os autores também observam com mais otimismo os mercados desenvolvidos e vislumbram situações oportunas que muitos analistas hoje ainda não enxergam. Embora seja um relatório de 2011, ainda estamos em 2016 e para 2020 faltam quatro anos, ou seja, ainda temos bastante tempo para aproveitar as tendências apresentadas no relatório da Bain & Company.

Como são oito tendências e nosso objetivo é fazer um resumo do relatório, neste texto, faremos apenas uma introdução de cada uma destas oito tendências:

De uma forma geral, o que observamos no cenário global é uma grande turbulência nestes últimos 16 anos. Embora o relatório apresente problemas nas economias de países desenvolvidos e destaca o fortalecimento em países emergentes como China, Índia e Brasil, em 2015, uma matéria no Jornal Folha de São Paulo fala que o comércio mundial tem o pior ano desde a crise financeira de 2008. A matéria ainda destaca as dificuldades de exportação e importação em países emergentes como China e Brasil.

A pesquisa também destaca que empresas vão precisar se adaptar se quiserem continuar crescendo, e mesmo com notícias assustadoras existem oito macrotendências de trilhões de dólares na economia global. Abaixo vamos introduzir cada uma delas:

O próximo bilhão de consumidores é apresentada como a primeira macrotendência. Como os países emergentes estão ficando mais ricos, novos produtos surgirão para um novo consumidor. Mesmo que não tenham o mesmo poder de compra que os consumidores da classe média das economias desenvolvidas, estes novos produtos e consumidores terão uma contribuição estimada ao PIB Global de aproximadamente dez trilhões de dólares até 2020.

A segunda macrotendência apresentada no relatório é: Infraestrutura antiga, novos investimentos.  De acordo com a pesquisa, países desenvolvidos possuem uma infraestrutura que foi construída há cinquenta anos atrás e com isso precisa ser ampliada ou reformada. No caso dos países emergentes é necessário que a infraestrutura se desenvolva ou não conseguirá acompanhar o crescimento destes países. Vimos o governo no Brasil fazer exatamente isso com o PAC, mas com a crise política muitas obras do Programa de Aceleração focaram paradas por aqui. Os autores afirmam que esta contribuição será responsável por um trilhão de dólares ao PIB global em 2020.

Os autores ainda observaram que como o poder econômico vem se movendo para a Ásia, o poder político e militar também se movimenta em uma proporção semelhante. Em um curto prazo, o desenvolvimento militar apresenta grandes oportunidades em venda de armas dos fabricantes americanos e europeus até que os países compradores possam investir na própria produção. Nos últimos 20 anos pelo menos o Brasil vem cada vez menos investindo em militarização, já que os problemas no país são outros. Segundo o relatório, a militarização após a industrialização é a terceira macrotendência e sua contribuição estimada para o PIB global é em 2020 é de um trilhão de dólares.

O crescimento da demanda em mais países por petróleo e gás natural, grãos e proteína, água potável e minérios, provocará a volatilidade e a inflação nos preços das commodities, com isso temos a quarta macrotendência apresentada pela pesquisa da Bain & Company Brasil, o aumento crescente da produção primária. De qualquer forma, precisamos destacar que novas formas de energia vem surgindo no mundo o que fez com que nos últimos anos o preço de um barril de petróleo caísse bastante em relação aos anos do auge para a indústria do petróleo. O Brasil possui um grande desafio que é o de tentar salvar a principal empresa Brasileira neste segmento, a Petrobrás, mas de qualquer forma, ainda existe pouca pesquisa sendo desenvolvida em relação as novas formas de energia em nosso país. A contribuição estimada ao PIB global em 2020 é de três bilhões de dólares para esta macrotendência.

Desenvolvimento do capital humano, manutenção da saúde dos mais ricos são algumas das outras macrotendências. Como o poder aquisitivo de alguns consumidores focará mais alto, estes consumidores poderão fazer um melhor investimento em tratamentos de saúde que antes não eram possíveis. Outra macrotendência importante é o investimento em inovação tecnológica que já vem há algum tempo alterando a forma como as pessoas consomem e vivem em todos os lugares do mundo.

capital-humano

No caso especial das inovações tecnológicas, vimos principalmente no Brasil um crescimento muito grande do mercado de startups de tecnologia que estão desenvolvendo novos produtos nunca antes oferecidos e com isso novas formas de consumo. Neste período de tempo vimos redes sociais como orkut serem extintas e outras como o instagram e o snapchat surgirem e ganharem a atenção de usuários cada vez mais conectados.  Globalmente, podemos citar empresas como Uber e Intuit que investiram em inovações sutis aos hábitos dos consumidores. A primeira mudou a forma como as pessoas que estavam acostumadas a usar taxi passaram a usar o serviço de carros executivos e a segunda mudou a forma como micro e pequenas empresas podem administrar os seus negócios e gerenciar o fluxo de caixa por exemplo.

Ainda sobre inovação, os autores destacam algumas próximas grandes novidades que virão com potenciais plataformas para os próximos anos como: nanotecnologia, biotecnologia/genômica, inteligência artificial, robótica e conectividade onipresente. De acordo com as pesquisas, cada uma dessas novas tendências vai se ajudar de forma mutua. As evoluções em nanotecnologia vão ajudar nos avanços computacionais que são necessários para uma evolução em inteligência artificial por exemplo.

Nós próximos textos, vamos aprofundar um pouco mais sobre as macrotendências que acreditamos serem mais importantes para o nosso público já que o objetivo é ajudar aos empreendedores a encontrar novas formas de administrar seus negócios ou até mesmo encontrar novas oportunidades de negócios para o médio e longo prazo.

Nós aqui na gráfica online estamos atentos as mudanças e tendência, e você?

Conheça agora o relatório completo no site da empresa Bain & Company Brasil

Grande abraço,
Equipe de Marketing da Loja Gráfica Eskenazi